Publicado em 08.12.2022
WC no Beat lança “Mente De Malandra”, seu último single do ano em parceria com Gabizin e Felp 22

Para encerrar 2022 com chave de ouro, WC no Beat se junta com Gabzin e Felp 22 na faixa “Mente De Malandra”. O trabalho que chega em todas as plataformas digitais na quinta-feira (08) às 21h, vem acompanhado por um videoclipe e reforça a novo momento do artista no estilo Drill Funk. 

Essa parceria veio para encerrar esse ano que foi de tantas conquistas e mudanças para mim. Gabzin e Felp são irmãos que eu admiro demais e muito talentosos, o resultado dessa mistura ficou incrível e presenta demais esse novo momento da minha carreira.”, conta, WC.

Por anos, WC no Beat tem sido admirado por seu trabalho no Trap Funk, não só pelos fãs mas também por muitos artistas do gênero. Apostando agora no Drill Funk, estilo musical que também deriva do rap e trap, pautado por batidas mais pesadas misturado com as letras dançantes do funk, ele investe em novos lançamentos que chegam traduzindo sua sonoridade e personalidade artística. 

Decidi olhar para atrás com carinho, e reformular minha forma de produção, busquei novas referências e me reencontrei na música. O Drill está chegando com força no Brasil e essa mistura do som originado em Chicago, nos Estados Unidos, com a energia do funk, é braba demais. Tenho certeza de que o meu público vai abraçar cada vez mais meus novos trabalhos musicais.”, completa.

Desde o início de sua carreira, ele vem colecionando hits de grandes sucessos como, “Meu mundo”, “Na onda do Gin”, “Deixa”, “Manage á Trois”, “Sensacional”, “Sem Limites” e “Balança”. Conhecido também por produzir seus shows de forma completa, marcante e performática, repletos de muita dança, beats feitos ao vivo, efeitos especiais e entregando tudo em uma experiência única para o público.

Acumulando milhares de reproduções nas plataformas digitais, WC também já produziu artistas como Marcelo D2, Cacife Clandestino, Anitta, Orochi, Ludmilla, Xamã, Kevin O Chris, Pedro Sampaio, FP do Trem Bala, Rebecca, Pocah, e muitos outros.

Post arquivado em Música Brasileira, Notícias