Publicado em 29.03.2023
São Paulo recebe final brasileira de maior torneio mundial de LOL x1

Com presenças ilustres, São Paulo sedia, nesta sexta-feira (31), a final brasileira do maior torneio de LOL x1 do mundo.

O grande campeão representará o País na fase internacional, em Londres (ING), no mês de maio. Confira, abaixo, mais informações e imagens. 

Ex-pro-players de volta ao cenário competitivo, xará de brTT, campeão internacional, Baiano, pocket show especial e mapa exclusivo. De olho na vaga à fase mundial do maior torneio de LOL x1, o Red Bull Solo Q libera as tropas para a grande final brasileira. Nesta sexta-feira (31), o evento, que foi inicialmente idealizado em parceria com Gaules, upa de elo e celebra a 10ª edição reunindo vencedores históricos e underdogs para definir o ‘campeão dos campeões’. O público pode acompanhar todas as emoções ao vivo, a partir das 14h (horário de Brasília), por meio da TwitchTikTok e Twitter.

Em São Paulo, oito players mostram as suas habilidades no x1, a partir das quartas de final, sendo que cinco deles já levantaram o troféu da competição. A começar por Mylon, primeiro campeão do evento, em 2014. Tricampeão do CBLOL, o streamer retorna à lan e terá pela frente o xará de brTT, Felipe ‘DAT BF’ Gonçalves. Maior vencedor do Red Bull Solo Q (2018, 20 e 22), ele recebeu mentoria justamente de Matheus Borges, na última edição, e já faturou o evento em disputas na mid, no top e em ARAM, stompando seus adversários.  

Ex-pro-player da Vivo Keyd, Flamengo e Pain Gaming, Eidi ‘esA‘ Yanagimachi faturou o título em 2015, após superar YoDa na grande decisão. De volta ao stage, encara o underdog Fábio ‘Loucuras’ Nacarelli, que já passou por Dota, Dark Souls e Ragnarok até se apaixonar por LOL. Fã da T1 e de Mylon, acredita que pode surpreender com picks ousados e diferentes. 

Campeão mundial em 2017, Lucas ‘Gregin’ Vernier venceu a final brasileira em 17 e 19 e, de quebra, pôde vivenciar uma experiência especial ao ficar incubado na Gaming House da CNB. Tornou-se pro-player ao ser hypado pelo Red Bull Solo Q e, agora, busca o tri para igualar DAT BF. Contudo, encontrará nas quartas de final um nome bem conhecido: Luigi ‘Cavalo Humano’ Conte. O catarinense, presente nas três primeiras edições do evento, já travou duelos diante de Kami e YoDa e, em 2023, amassou ex-finalistas, como Coadjuvante, vice-campeão em 2022, e Biologia Show, vice em 2021, nas qualificatórias. 

Por fim, Eduardo ‘Tadalol’ Uemura, campeão em 2021 e que teve de tankar a resistência familiar para seguir a sua paixão pelo LOL, traz uma champion pool ainda maior para fazer companhia a Aatrox, Tryndamere e Camille diante do underdog Henrique ‘Rei do Retorno’ Alberio, amigo do atual vice-campeão Coadjuvante, fã de Pijack e que passa até seis horas por dia jogando LOL. Era mono Garen, mas projeta surpresas pra etapa final.

Presenças ilustres, pocket show e mapa exclusivo

De modo a celebrar um dos mais antigos torneios de LOL no Brasil, que já transformou amadores em pro-players, como são os casos de Victor ‘Vitin’ Ruiz e Júlio César ‘NOsFerus’ Cruz, e até mostrou como é o dia a dia dentro de uma Gaming House, em uma série guiada por brTT e pbo, o Red Bull Solo Q contará com presenças ilustres. 

Maior streamer de LOL do Brasil, Baiano está confirmado, assim como Minerva e Pijack. Já Takeshi, Schaeppi e Rafa, as vozes da emoção do LOL, também estão garantidos na transmissão ao vivo nos canais da Red Bull: Twitch (https://www.twitch.tv/redbullpt), TikTok (https://www.tiktok.com/@redbullbr) e Twitter (https://twitter.com/RedBullBR). Ainda haverá um pocket show especial de Pedro Qualy.

A grande decisão do Red Bull Solo Q acontecerá em Howling Abyss, no modo ARAM. As quartas e as semis serão no formato MD3 (Melhor de 3 jogos), enquanto a final será em MD5 (Melhor de 5 jogos). A definição dos vencedores pode ocorrer em: primeiro que eliminar o oponente duas vezes antes da marca de sete minutos; abater o oponente após a marca de sete minutos (terá um círculo de chamas que chega a este ponto); ou o primeiro que derrubar a torre do adversário. 

O vencedor irá faturar o título brasileiro, troféu personalizado e ainda carimbará o passaporte visando ao Mundial, em Londres, no mês de maio, assim como outras premiações especiais. Em 2023, o Red Bull Solo Q conta com apoios de Agon by AOC, Aorus e FURIA. 

Post arquivado em Games, Notícias