Publicado em 24.10.2022
Nina Fernandes lança canção com ares de clássicos da MPB

Após o álbum de 11 faixas “Amor é Fuga: Fuja” e “O Mesmo Dia” recém-lançado single com Rob Moose, violinista e arranjador de Taylor Swift e John Legend, Nina chega com uma canção densa, com cara de clássico da MPB.

Dramática e misteriosa, “Feitiço” é uma visão moderna, em harmonia e letra que fazem lembrar grandes mestres como Belchior cantado por Elis Regina, ou Chico Buarque cantado por Marisa Monte

 “Feitiço”, faixa produzida por Tó Brandileone, com quem ela já havia trabalhado em seu mais recente álbum, “Amor É Fuga: Fuja”, de 2021.

Após o álbum de 11 faixas e “O Mesmo Dia”, single recém-lançado com Rob Moose, violinista e arranjador de Taylor Swift e John Legend, Nina chega com uma canção densa, com cara de clássico da MPB. Uma visão moderna, em harmonia e letra que fazem lembrar grandes mestres como Belchior cantado por Elis Regina, ou Chico Buarque cantado por Marisa Monte. Alguns poderão ouvir um distante aroma do fado ou do flamenco. Tudo com personalidade e força muito próprias; e extremamente original. Aos 23 anos, Nina é uma revelação a cada música.

“Quando compus ‘Feitiço’, eu estava ouvindo muito os discos ‘Convite Para Ouvir Maysa , Vol. 2’‘Chico Buarque de Hollanda N.º 4’ e Caetano Veloso e com muita humildade eu digo que estava brincando de chegar perto desses artistas“, conta Nina. “Chico e Caetano são mestres em contação de histórias, quase que conseguimos ver os personagens que eles criam em suas músicas e eu acho que ‘Feitico’ tem isso também“.  

O que ouvimos é uma canção dramática e misteriosa, com influência brasileira e latino americana. “A pegada latina veio inspirada pelos discos ‘Como La Piel’, da Rita Payés e Elisabeth Roma, ‘Motomami’, da Rosalía e ‘Eco’, do Jorge Drexler. Apesar de não serem artistas que tenham características tradicionais latino americanas, todos contam histórias em suas composições“, acredita a artista. 

O mistério, eu sinto que quem explorou bem foi o Felipe Pacheco, que foi quem fez as cordas. Ele levou a música para um outro lugar, trouxe elementos um pouco mais sinuosos nas melodias“, completa.

Assim como “O Mesmo Dia”, “Feitiço” traz uma Nina Fernandes mais madura como pessoa e musicalmente, até mesmo em relação aos trabalhos lançados ano passado. “Acho que este lançamento é um passo muito importante na minha carreira, acho que as minhas músicas estão realmente crescendo comigo e eu estou orgulhosa, estou muito feliz. Acho que ela já representa uma outra Nina – além de mais madura, mais dramática, corajosa, que se entrega para sentir tudo, as dores e as delícias”, finaliza.

Post arquivado em Música Brasileira