Publicado em 04.10.2022
Maria Maya estreia na direção de Teatro Musical com o espetáculo “Bring It On”

Em 2023 a atriz e diretora Maria Maya estreia na direção de seu primeiro musical, à frente de “Bring It On”. Produzido pela Allegresse Produções, essa será a primeira montagem brasileira do musical que estreou na Broadway em 2012.

Maria Maya é bacharel em artes cênicas pela universidade federal do Rio de Janeiro (Unirio) e formada pela Oficina de Direção da Rede Globo de Televisão. Iniciou sua trajetória artística como atriz no teatro e na tv. Com personagens relevantes participou das novelas Cara e Coroa, Salsa Merengue, Senhora do Destino, Cobras e lagartos, Caminhos da Índias, aquele beijo, e das minisséries Hilda Furacão, Quinto dos Infernos e A Muralha. Seu último trabalho na TV, foi a vilã Alejandra na novela das oito “Amor à Vida”.

Como diretora, iniciou sua carreira no teatro, sendo responsável pela encenação das peças “adorável garoto”, “talk radio”, “Lady Christiny”, “Não somos amigas”, “O substituto” e “Através da Íris”, espetáculo baseado no ícone fashionista americano Iris Apfel. No audiovisual, além de ter participado, como diretora e diretora assistente de dezenas de filmes publicitários, assinou seu primeiro curta cinematográfico chamado “A festa” que circulou por festivais nacionais e internacionais. Recentemente dirigiu a primeira websérie patrocinada pelo Instagram no Brasil chamada “Todos merecem o Céu” e em breve lança o clipe “Duelle” dirigido na Colômbia.

O musical tem libreto de Jeff Whitty, músicas de Tom Kitt e do aclamado compositor Lin-Manuel Miranda (responsável pela obra Hamilton, um dos maiores fenômenos Broadway de todos os tempos). É baseado no filme cujo nome em português ficou “As Apimentadas”, mostra o universo das líderes de torcida, onde os protagonistas estão em busca do sexto Campeonato Nacional. Entretanto as situações vividas pelos mesmos vão muito além do esporte e suas competições, mostrando não apenas as aspirações e inseguranças dos jovens, mas a importância da inclusão, diversidade e aceitação. Ao final, lutam pelo grande título, e mensagens de amizade, espírito de equipe e igualdade prevalecem.

À frente da direção artística, o espetáculo conta com a grande atriz e diretora Maria Maya, em sua primeira direção para teatro musical, ao lado do maestro Paulo Nogueira que assinará a direção musical e a coreógrafa Jhafiny Lima. As versões originais, registradas pela MTI, New York, são de Rafael Oliveira do site Musical em Bom Português.

O espetáculo tem estreia prevista para fevereiro de 2023, na cidade de São Paulo, e os ingressos estarão à venda em breve.

Post arquivado em Notícias