Publicado em 30.01.2023
Iza e Daniela Mercury são os primeiros nomes confirmados no Festival de Verão Salvador de 2024

Anúncio foi realizado ao fim deste sábado, a noite inaugural do evento, em que encontros musicais inéditos embalaram um público de mais de 40 mil pessoas no Parque de Exposições

Após três anos de espera, o Festival de Verão Salvador voltou em 2023 com força total e já anunciou os primeiros nomes confirmados na sua próxima edição. Ao fim da noite de abertura do evento, neste sábado (28/01), que recebeu 40 mil pessoas no Parque de Exposições, a cantora Iza, um dos maiores nomes do pop nacional, informou nos telões a sua participação em 2024. Em seguida, foi a vez de Daniela Mercury, uma das mais importantes vozes da música baiana, aparecer nos painéis de led comunicando a sua presença no ano que vem, logo antes de fazer um pocket show surpresa em um palco paralelo do evento.

A primeira noite marcou o novo momento do FV. Foi uma noite linda e em 2024 vai ser ainda mais incrível. Será uma honra ter a Iza e Daniela no FV24“, afirma Gabriela Gaspari, head da Bahia Eventos, empresa que organiza do Festival de Verão Salvador.

A noite deste sábado contou ainda com encontros inéditos e multigeracionais, encabeçados por atrações de diversos gêneros sonoros, que se revezaram nos dois palcos principais (Cais e Ponte), além de apresentações de DJs locais na tenda eletrônica e uma série de opções de entretenimento para o público, proporcionadas pelas marcas apoiadoras desta edição.

A banda Quabales, projeto social apoiado pelo FV23, abriu a programação com um show de 20 minutos, antes do rapper carioca Felipe Ret subir ao palco em apresentação que contou com a participação do conterrâneo Caio Luccas. O gênero musical continuou em cena com o trap do também carioca Orochi, que convidou ao palco o mineiro Djonga. Em seguida, Criolo emendou alguns de seus sucessos, antes de anunciar a participação de Ney Matogrosso, com quem cantou sucessos dos Secos e Molhados, além de outras canções eternizadas pelo artista.

A nova ministra da cultura, Margareth Menezes, embalou o público com sucessos de sua trajetória e fez, cm Majur e Larissa Luz, uma homenagem a Elza Soares. As três soteropolitanas cantaram juntas “A Mulher do Fim do Mundo”, um dos grandes sucessos da última fase da trajetória da artista carioca, morta em 2022.

Na sequência, Gilberto Gil abriu o seu baú de hits ao lado da banda composta por familiares e convidou ao palco o amigo de longa data Caetano Veloso. Os baianos octogenários, com vigor juvenil, cantaram juntos sucessos de ambas as carreiras, como “Odara”, “Toda Menina Baiana” e “Sem Samba não dá”, além de “São Salvador”, de Dorival Caymmi, e “Divino Maravilhoso”, de autoria da dupla, numa homenagem à amiga e parceira musical Gal Costa, cuja voz imortalizou ambas as canções.

Depois foi a vez de Carlinhos Brown convidar ao palco a banda Àttooxxá e a cantora pernambucana Duda Beat, antes do intervalo em que foi anunciada a participação de Iza e Daniela Mercury na edição de 2024. A cantora baiana Ivete Sangalo deu sequência à programação, em show com participação da conterrânea Luedji Luna, e o pagode de Ferrugem encerrou a noite em um dueto com Xande de Pilares.

O Festival de Verão Salvador é realizado pela Bahia Eventos, empresa de entretenimento da Rede Bahia, e tem a correalização da Salvador Produções e da Luan Promoções.

Post arquivado em Música Brasileira