Publicado em 03.04.2023
Inspirado no filme “Her” e inteligência artificial, Luthuly aborda facetas do amor no videoclipe inédito do single “Fixação”

Artista inicia nova fase na carreira, introduz espanhol e afrobeat em parceria com Nave Beatz e promete continuação de videoclipe no próximo lançamento

Um dos artistas mais versáteis e inovadores do R&B nacional, Luthuly apresenta ao público uma nova fase de sua carreira através do single inédito “Fixação”. Com composição própria, um de seus talentos mais marcantes, o cantor mergulha em uma espiral de sentimentos como amor, solidão, sedução e desejo em um projeto musical envolvente, desta vez apostando no afrobeat e no R&B ao lado do renomado produtor Nave Beatz – ouça aqui

O lançamento chega pela Som Livre nesta sexta-feira (31) com ares cinematográficos e inspirações em produções como “Her”, “Malcolm & Marie” e “Kill Bill”. O filme, que leva a assinatura dos cineastas Jesus Mendes e Pedro Fiorillo, traz Luthuly como o protagonista que experimenta a idealização de um par romântico por meio da inteligência artificial, resultando na criação de um avatar em tamanho real – assista aqui.

“Eu sinto que esse lançamento fala sobre mim de uma maneira que todos possam também se identificar. Sobre as batalhas que enfrentamos, amores que acontecem e a maneira que a tecnologia é inserida nas nossas vidas. Trouxemos referências dos filmes ‘Malcolm & Marie’, ‘Her’ e ‘Kill Bill’ – cinematografia, direção, tecnologia junto a necessidade de amar e o Kung Fu. Esses três filmes falam de amor, conflito e ausência, que é a história da música”, conta Luthuly sobre as referências.

O videoclipe de “Fixação” aposta em um conceito inovador e apresenta um cenário que se passa em um loft moderno, no qual podemos observar o artista em um momento relaxado enquanto navega em um aplicativo, chamado Persona, em seu celular. Ao selecionar as predefinições de um perfil ideal feminino, o programa sugere o download desta pessoa em uma versão digital, que acaba por sair da tela e interagir com Luthuly.

Misturando movimentos da dança latina e do jazz contemporâneo, o casal se une em uma dinâmica que oscila entre uma luta coreografada e uma dança sensual, de forma envolvente e sutil, simbolizando o flerte em movimentos que se assemelham a uma batalha. Em determinado momento, o avatar puxa de suas costas uma katana (espada oriental), perseguindo o cantor por todo o apartamento. Luthuly, por sua vez, consegue escapar de todos os golpes desferidos por ela, mas em um ato final, ao baixar a guarda e se aproximar, acaba se deixando ser atravessado pelo amor, simbolizado pelo corte da espada transpassando o seu peito. Em uma última cena, o artista é visto ajoelhado no centro de seu apartamento, aparentemente devastado por saber que tudo aquilo se tratava apenas de uma ‘Fixação’ irreal. 

Frisando a estreita relação entre a sonoridade e o conceito do clipe, o artista conta: “Eu tenho me familiarizado bastante com o afrobeat, que sempre fiz, mas não sabia. Esses tempos tenho ouvido ainda muito afropop nigeriano, playlist de groove latino, salsa, cumbia e etc, além do R&B, desde nomes novos até clássicos como Tim Maia, Cassiano e Sade. Tudo isso está em “Fixação” de alguma forma. E para o clipe, tudo parte do movimento. A música é envolvente, melodias com intenções diferentes para cada situação, e a atuação junto a dança está baseada nessa dinâmica de momentos. A batalha simboliza os desafios da paixão, a guerra com a tecnologia, a maneira que nos relacionamos com ela e a confusão das dinâmicas de relações. E a luta vem com a dança, carinho e troca, que no fim são situações que passamos no mundo de hoje. Uma batalha interna para nos adaptarmos às mudanças.”

A produção cinematográfica de tirar o fôlego abre os trabalhos de Luthuly neste ano e marca uma nova era artística em sua carreira. Apostando cada vez mais em suas raízes – como o afrobeat e o R&B – e apresentando inovações a cada projeto, Luthuly confirma toda a sua versatilidade enquanto um dos expoentes musicais da cultura negra no país. O audiovisual tecnológico de “Fixação” ainda traz mais uma novidade: o filme encerra com um “Continua…”, prometendo uma sequência no próximo lançamento de Luthuly, em um single previsto para maio. 

Sobre esta nova era artística, o artista conclui: “Eu sinto que vem um lugar mais íntimo e profundo meu. Sentimento, delicadeza e detalhe. Por aqui vem groove com amor.”

Post arquivado em Notícias