Publicado em 17.10.2022
Glee ganhará serie documental sobre polemicas de bastidores

A série será produzida pela Discovery+ e contará com depoimentos inéditos de elenco e equipe

Após 13 anos do fenômeno teen Glee, a série ganhará um documentário que abordará as principais polemicas vivida nos bastidores de gravação e contará com três episódios e mostrará o que havia de pior, por trás da produção e até mesmo os familiares das vítimas de terminadas situações.

O objetivo é revelar declarações inéditas sobre as grandes polêmicas que envolveram a produção de Ryan Murphy. A nova produção, que ainda não possui um título definido, deverá examinar os seis anos de exibição da série, assim como os eventos após os mais de 100 episódios transmitidos.

De acordo com o Deadline, depoimentos dos principais atores da série e de testemunhas que vão além da equipe darão detalhes sobre as acusações de bullying e racismo contra Lea Michelle, a suposta rivalidade da atriz contra Naya Rivera e o relacionamento abusivo de Melissa Benoist com Blake Jenner.

A série ficou conhecida por abordar temas sensíveis e importantes da adolescência, como sexualidade, homofobia, autoaceitação, bullying, gravidez precoce, entre outros. Apesar dos assuntos abordados na trama, os bastidores da produção deram o que falar por motivos bem diferentes. Relembre alguns deles:

Rivalidade entre Naya Rivera e Lea Michele

Segundo relatos da equipe, Naya Rivera e Lea Michele tinham uma rixa. Isso porque Santana, personagem de Rivera, passou a ganhar cada vez mais destaque na trama, o que supostamente incomodou Michele, que até o momento tinha a maioria dos solos para si.

Em seu livro, Naya comentou sobre a situação. “Ela tinha dificuldade em separar o trabalho da nossa amizade externa, o que era muito mais fácil para mim. Lea era muito mais sensível, porém às vezes parecia que ela me culpava por tudo e qualquer coisa que desse errado.”

Pedofilia

Em 2018, o ator Mark Salling, que interpretava Puck, foi encontrado morto na cela em que esperava a sentença do seu julgamento. O motivo: posse de pornografia infantil. Ao que tudo indica, Salling cometeu suicídio após se declarar culpado.

Mortes

Além de Mark Salling, outros dois membros do elenco foram encontrados mortos: Cory Monteith e Naya Rivera. No primeiro caso, o corpo do ator foi encontrado em quarto de hotel em Vancouver, em 2013. Acredita-se que a causa da morte tenha sido por overdose.

Já a atriz que interpretava a Santana faleceu na tentativa de salvar o filho Josey em um passeio de barco. Rivera passou cinco dias desaparecida antes de o corpo ser encontrado no Lago Piru.

Relacionamento abusivo

Em 2019, a atriz Melissa Benoist, a Marley no seriado, divulgou um vídeo em que revelava ter sido vítima de violência doméstica quando estava casada com Blake Jenner, que interpretava seu par romântico, Ryder Lynn.

Sem revelar o nome do agressor, ela contou que tem um olho permanentemente ferido, resultado de um episódio de agressão. Já o ator ficou um ano longe das redes sociais após a denúncia. Quando voltou, assumiu a culpa, mas alegou que também “foi vítima” da atriz.

Com o primeiro episódio transmitido em 2009, ‘Glee’ contou com seis temporadas, chegando ao fim em 2015. A trama que acompanhava um grupo diverso de estudantes que participavam do coral da escola fictícia William McKinley High School foi distribuída pela Fox e hoje tem todos os seus episódios disponíveis no Disney+.

Por Gean Rocha

Post arquivado em Notícias