Publicado em 28.04.2023
Duo DIGRECCO retoma lançamentos com single “Veneno”

Duo formado pelas irmãs cuiabanas Camilla e Giovanna Di Grecco inicia nova fase na carreira autoral na sexta-feira (28); clipe chega o YouTube em 7 de maio, às 12h

Elas lançaram o debut single “Checkmate” e abriram shows de grandes nomes do pop como Luísa Sonza, Pabllo Vittar e Lexa. Neste ano, o duo DIGRECCO, das irmãs cuiabanas Camilla e Giovanna Di Grecco, está pronto para iniciar uma nova fase com os lançamentos que culminarão no primeiro EP de carreira. O lançamento do single “Veneno”, que chega aos aplicativos de música nesta sexta-feira (28), marca a retomada do projeto autoral da dupla. Já o clipe, chegará ao YouTube no dia 7 de maio, às 12h (horário de Brasília).

O single pop traz a sonoridade e estética dos anos 2000 como referência e apresenta uma narrativa de vingança e revanche para um “boy tóxico”. “Nossa inspiração vem, principalmente, das produções de Destiny Child e das referências dos anos 2000 que levamos aos nossos produtores”, conta Camilla Di Grecco.

Além disso, a canção aborda uma parte um pouco mais pessoal das irmãs, de forma sutil e debochada. “Nessa música, estamos contando partes de histórias reais, tendo como inspiração a forma de compor da Taylor Swift, que traz essa temática mais pessoal nos seus trabalhos, falando sobre seus ex-namorados”, destaca Giovanna Di Grecco.

GUMMY BEAR

Composta pelas irmãs em parceria com Gabriella Di Grecco, Mateus Melo e Guil, a canção foi produzida em São Paulo, pela 48K, que já gravou nomes como Whindersson Nunes, Mariana Nolasco, Gabi Luthai, Mar Aberto, entre outros. Gabriella Di Grecco – também irmã da dupla –, ainda atuou no arranjo, direção e backing vocal de “Veneno”.

Nessa produção, estamos falando sobre o assunto de uma forma debochada e fofa, em uma pegada bem anos 2000. Por isso, trazemos esse ‘veneno’ com ironia e em forma de gummy bear”, explica Giovanna. “No clipe, a forma que encontramos de ‘envenenar’ esse cara é oferecendo esse doce e ele ainda fica querendo mais”, finaliza Camilla.

Post arquivado em Música Brasileira, Notícias