Publicado em 01.10.2022
Confira Quem São Os Brasileiros Indicados ao Grammy Latino 2022

A lista com os indicados às 53 categorias da 23ª edição anual do Grammy Latino 2022, foi divulgada na manhã da última terça (20). A premiação que exalta as melhores músicas produzidas na América Latina e também nos países da Península Ibérica, vai acontecer no dia 17 de novembro, na Mandalay Bay Events Center, em Las Vegas, nos Estados Unidos.

Para concorrer aos prêmios, é necessário que as produções sejam lançadas durante o período de elegibilidade (entre o intervalo de 1 ano), no caso dessa edição entre 1 de junho de 2021 a 31 de maio de 2022. As músicas devem ter um percentual mínimo de letra (51%) em espanhol ou português, ou em um dos dialetos indígenas existentes na região.

Entre os brasileiros destaques deste ano estão Anitta, Clarissa, Caetano Veloso, Jão, Liniker, Marisa Monte, Alceu Valença, Martinho da Vila e muitos outros. Com 10 indicações, Bad Bunny (Porto Rico) fica com o posto de artista mais indicado da noite, seguido por Rosalía (Espanha) e Jorge Drexler (Uruguai) que ficam em segundo com 9 indicações.

O hit “Envolver” da Anitta, vai concorrer na categoria Gravação do Ano, umas das quatro principais da noite, além de disputar também em Melhor Performance de Reggaeton.  A cantora Clarissa foi a outra artista brasileira a ser indicada a uma das principais categorias, a de Melhor Novo Artista com a música “Nada contra”, sucesso de trends no Tik Tok. 

Já em Melhor Canção em Língua Portuguesa, grandes nomes como Caetano Veloso, Jorge Drexler, Marisa Monte, Criolo e Milton Nascimento aparecem ao lado dos jovens sucessos Liniker, Jão e Marina Sena. “Pirata” de Jão e “De Primeira” de Marina Sena também foram indicados a Melhor Álbum Pop Contemporâneo em Língua Portuguesa, junto com Luísa Sonza que conseguiu a primeira indicação da carreira pela  produção “Doce 22”.

Marília Mendonça (1995-2021) e a dupla Maiara e Maraisa receberam a indicação de Melhor Álbum de Música Sertaneja pelo “Patroas 35%”. O cantor Gabeu também concorreu na mesma categoria, com a produção “Agropoc”, o artista é um dos precursores do movimento musical de artistas LGBTQIA+ que cantam sertanejo, o “queernejo”. 

Gravação do Ano
Pa Mis Muchachas – Christina Aguilera, Becky G, Nicki Nicole & Nathy Peluso
Castillos de Arena – Pablo Alborán
Envolver – Anitta
Pa’lla Voy – Marc Anthony
Ojitos Lindos – Bad Bunny & Bomba Estéreo
Pegao – Camilo
Tocarte – Jorge Drexler & C. Tangana
Provenza – Karol G
Vale la Pena – Juan Luis Guerra
La Fama – ROSALÍA & The Weeknd
Te Felicito – Shakira & Rauw Alejandro
Baloncito Viejo – Carlos Vives & Camilo

Álbum do Ano
Aguilera – Christina Aguilera
Pa’lla Voy – Marc Anthony
Un Verano Sin Ti – Bad Bunny
Deja – Bomba Estéreo
Tinta y Tiempo – Jorge Drexler
Ya No Somos Los Mismos – Elsa y Elmar
Viajante – Fonseca
MOTOMAMI (Digital Album) – Rosalía
Sanz – Alejandro Sanz
Dharma – Sebastián Yatra

Canção do Ano
A Veces Bien y a Veces Mal ¬- Ricky Martin, Reik
Agua – Daddy Yankee, Rauw Alejandro & Nile Rodgers
Algo es Mejor – Mon Laferte
Baloncito Viejo – Carlos Vives & Camilo
Besos en la Frente – Fonseca
Encontrarme – Carla Morrison
HENTAI – ROSALÍA
Índigo – Camilo & Evaluna Montaner
Pa Mis Muchachas – Christina Aguilera, Nicki Nicole, Becky G & Nathy Peluso
Provenza – Karol G
Tacones Rojos – Sebastián Yatra
Tocarte – Jorge Drexler & C. Tangana

Mejor Nuevo Artista
Angela Álvarez
Sofía Campos
Cande y Paulo
Clarissa
Silvana Estrada
Pol Granch
Nabález
Tiare
Vale
Yahritza y Su Esencia
Nicole Zignago

Melhor Álbum Pop Vocal Tradicional
AGUILERA – Christina Aguilera
Viajante – Fonseca
Filarmónico 20 Años – Marta Gómez
La Vida – Kurt
Frecuencia – Sin Bandera

Melhor Interpretação de Reggaeton
Desesperados – Rauw Alejandro & Chencho Corleone
Envolver – Anitta
Yonaguni – Bad Bunny
Nicky Jam: Bzrp Music Sessions Vol.41 – Bizarrap/Nicky Jam
Lo Siento BB:/ – Tainy, Bad Bunny & Julieta Venegas

Melhor Canção em Língua Portuguesa
Baby 95 – Liniker
Idiota – Jão
Me Corte Na Boca do Céu, a Morte Não Pede Perdão – Criolo, Milton Nascimento
Meu Coco – Caetano Veloso
Por Supuesto – Marina Sena
Vento Sardo – Marisa Monte, Jorge Drexler

Melhor Álbum de Música Sertaneja
Chitãozinho & Xoxoró Legado – Chitãozinho & Xororó
Agropoc – Gabeu
Expectativa x Realidade – Matheus & Kauan
Patroas 35% – Marília Mendonça, Maiara & Maraísa
Natural – Lauana Prado

Melhor Álbum Pop Contemporâneo em Língua Portuguesa
Sim sim sim – Bala Desejo
Pra gente acordar – Gilsons
Pirata – Jão
De Primeira – Marina Sena
Doce 22 – Luísa Sonza

Melhor Álbum de Rock ou Música Alternativa Em Língua Portuguesa
QVVJFA? – Baco Exu Do Blues
O Futuro Pertence à … – Jovem Guarda – Erasmo Carlos
Sobre Viver – Criolo
Memórias – De Onde Eu Nunca Fui – Lagum
Delta Estácio Blues – Juçara Marça

Melhor Álbum de Samba/Pagode
Bons Ventos – Nego Alvaro
Mistura Homogênea – Martinho Da Vila
Desengaiola – Alfredo Del-Penho, João Cavalcanti, Moyseis Marques e Pedro Miranda
Numanice #2- Ludmilla
Céu Lilás – Péricles

Melhor Álbum de MPB (Música Popular Brasileira)
Pomares – Chico Chico
Síntese do Lance – João Donato e Jards Macalé
Indigo Borboleta Anil – Liniker
Nu Com a Minha Música – Ney Matogrosso
Portas – Marisa Monte
Meu Coco – Caetano Veloso

Por Jenifer Vital

Post arquivado em Música Brasileira, Notícias, Premiação