Publicado em 31.05.2023
Adaptação de Dom Quixote, cordel e Mamulengo, e peça contra fakenews nas atrações teatrais infantis do Sesc Santo Amaro

Adaptações literárias e a valorização da cultura nordestina são destaques da programação que tem espetáculos da Cia Um, Cia Panturrilha e Cia Manopla durante o mês de junho

Sesc Santo Amaro conta com uma programação variada teatral durante o mês de junho. A Cia Um coloca em cena Dom Quixote(De 4 a 18/6, quintas e domingos, às 16h. Exceto dia 15/6), montagem vencedora do Prêmio APCA de 2019 (Associação Paulista dos Críticos de Arte) na categoria “Espetáculo de valorização de um clássico e texto adaptado”.

A peça é uma livre adaptação da obra homônima de Miguel de Cervantes e traz a história de um homem, interno de um hospício e apaixonado por livros, que decide tornar-se um cavaleiro andante, sob a alcunha de Dom Quixote. Seu propósito é ajudar as pessoas a vencerem as opressões do mundo e ele terá por companhia o enfermeiro Sancho Pança, que se torna seu fiel escudeiro.

O grupo foi fundado em 2013 por artistas que se conheceram no CPT (Centro de Pesquisa Teatral do Sesc), coordenado por Antunes Filho. Dom Quixote é o terceiro trabalho da companhia, que possui no seu repertório as peças Agora eu era o herói e Oliver Twist, essa última adaptada da obra de Charles Dickens e vencedora do edital do Festival Cultura Inglesa.

Cia Panturrilha encena Feira de Cordel(Dia 11/6, domingo, às 17h) que tem como protagonista Severina – moça sonhadora – que compra a história do último exemplar que um misterioso vendedor anuncia: A Vingança de um Moribundo. Ao ler o cordel, ela percebe que está lendo sua própria história e, desconfiada, vai aos poucos descobrindo que alguns acontecimentos não são verdadeiros.

A trupe é formada por atores interessados nos movimentos de música, dança e poesia, e surgiu no início de 2000 a partir de um determinado grupo de artistas interessados em desenvolver trabalhos e pesquisas relacionados à cultura popular. O primeiro espetáculo criado foi A Vingança de um Moribundo, de Neto Medeiros, a partir contos da tradição nordestina e de da literatura de cordel. Mais tarde este primeiro texto foi remodelado e deu origem a Feira de Cordel, espetáculo que atualmente faz parte do repertório da companhia e que já foi apresentado em diversos locais e instituições.

A cultura nordestina continua sendo representada com o espetáculo Mamulengo, A História Do Forró (Dia 25/6, domingo, às 17h)da Cia. Manopla. Este mamulengo conta a história de amor de Seu Oliveira e Julieta e traz em sua narrativa a origem do forró em sua vinda para São Paulo, abordando temas como a dança, arte, culinária, linguajar e vestimenta. O objetivo é fomentar e disseminar a cultura nordestina, preservando a cultura popular e reconhecendo sua contribuição e importância para a cidade.

A cia foi fundada pelas atrizes Alessandra Siqueyra e Tita Azevedo, pelos atores Nilton Marques e Sandro Gattone, todos com vasta experiência em teatro de bonecos. Em 2021, juntaram-se para formar a Cia Manopla e dar vida à montagem do espetáculo Mamulengo, a História do Forró.

Os grupos Esparrama e Trupe DuNavô se unem em Detetives do Espavô (Dias 25/6 e 2/7, domingos, às 16h). A encenação convida o público a brincar de investigadores, para se livrar de um dos grandes vilões dos nossos tempos: as notícias falsas (Fake News). Na trama, O Espavô, chefe do maior grupo de detetives do mundo, irá ensinar um método simples para se livrar das notícias falsas, que ele batizou de ICC: Investigar e Confirmar antes de Compartilhar.

Veja a programação abaixo:

Teatro

Dom Quixotecom Cia Um

De 4 a 18/6, quintas e domingos, às 16h. Exceto dia 15/6. Teatro. R$25,00 / R$12,50 / R$8,00.

Gratuito para crianças até 12 anos. Livre

https://www.sescsp.org.br/programacao/dom-quixote-3/
Post arquivado em Teatro